terça-feira, 18 de outubro de 2016

Relatos

          Relato 5 - Bom caros leitores, se vocês pensaram que só porquê estou namorando os relatos sujos iriam acabar, venho até vocês com mais um. Na tarde de ontem(17), fui ate a república na qual meu namorado mora. Os pais dele são tipo os meus, sempre viajando a trabalho. Enfim, ele divide o quarto com um amigo dele, no quarto é bem dividido, banheiro área de estudo, essas coisas, o amigo dele tava na área de estudo, onde não tem visão do local que fica a cama.

                            Fui até lá para poder conversar com o meu namorado, pois fazia uns dias que a gente não se via direito, mas vocês me conhecem, eu nunca perco uma oportunidade, uma coisa levou a outra e acabamos transando, mas tipo, o amigo dele tava no comodo ao lado! Prestes a encontrar a gente ali naquela situação. Minha adrenalina tava a mil, já tinha feito coisas ao ar livre e tal, mas nunca com alguém no mesmo local, foi realmente uma ótima experiência.

                            Uma coisa que me surpreende muito é o fato de que eu sou a primeira experiência sexual dele, mas simplesmente não parece, pois ele faz certas coisas que me deixam admirada. Ele foi o segundo até agora a me fazer gozar apenas me masturbando, enquanto os outros caras que tive só me machucavam quando iam tentar. Todos os dias ele me encanta com cada novidade que ele me apresenta, sim no sentindo sexual da coisa.



                                                                                                                                                          xoxo

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Querido Diário, eu acho?

        Bom, faz muito tempo que não escrevo por aqui. Muita coisa aconteceu nesses meses, posso dizer que mudei em vários aspectos, mas em outros a tendência foi só piorar. Eu finalmente aceitei o fato de que tenho uma dupla personalidade, que quando cometo as minhas loucuras é meu outro eu, se é que vocês estão conseguindo me entender, Vem sendo bem complicado lidar com isso.

       Vamos lá as novidades, enfim depois do meu relacionamento desastroso com o Travis, enfim encontrei alguém que sabe lidar com todas as minhas merdas. Ele é um pouco mais novo que eu, uns dois anos pra ser mais exata, mas o que me fez ficar apaixonada por ele foi a maturidades e a forma que ele tem de resolver os problemas. O fator maior é ele não se assustou com as minhas coisas, ele vem sendo bem compreensivo com as minhas explosões e variações de humor constante.

        Acho que posso dizer que o amo. Eu tento não pensar muito sobre o futuro com ele, não quero criar  muitas expectativas, venho sendo bem pé no chão quando o assunto é ele, mas depois de três longos anos, eu enfim posso dizer que estou feliz com uma pessoa na minha vida, sou muito grata a ele. Pra ele, sou a única mulher nesse mundo que ele tem interesse, e eu admito que senti falta disso.



                                                                                                                                                 xoxo